OSTEOPENIA E OSTEOPOROSE, UMA DOENÇA GRAVE QUE PODE TER SUA PREVENÇÃO EFETUADA DESDE A INFÂNCIA E JUVENTUDE, COM CONSEQUÊNCIAS MENOS INTENSAS DAS COMPLICAÇÕES DURANTE A FASE ADULTA

Quando  ocorre o aparecimento da osteopenia e osteoporose não adianta entrar em pânico, pois as atitudes preventivas devem ter como estratégias para prevenir a osteopenia e osteoporose do adulto precocemente, e a melhor fase é se prevenir e realizar desde a fase que se inicia durante a infância e adolescência, quando a maior quantidade de densidade mineral óssea é adquirida.

 

Este fato examina os cuidados que os pediatras devem praticar em matéria de prevenção da osteopenia e osteoporose no sentido de ajudar esses pacientes infanto juvenis, a minorarem seus problemas que fatalmente poderão ocorrer na fase adulta, e ou melhor idade. O que se observa na prática, é a sub-indicação de alimentos ricos em cálcio ou mesmo de cálcio natural em crianças e adolescentes, sendo limitadas em que, um pequeno percentual de pacientes estavam utilizando como alimentação ou suplementação alimentar, conforme trabalhos científicos, em diversos países, de acordo com a Organização Mundial de Saúde – OMS.

 

Trinta e oito por cento dos inquiridos considera a prevenção da osteopenia e osteoporose devendo ser uma questão importante, e mais da metade relatou que o aconselhamento deveria ocorrer aos seus pacientes infanto juvenis, pacientes especificamente focados em prevenção da osteoporose durante sua evolução. Daqueles pediatras que fizeram os aconselhamentos, menos da metade projetaram, mesmo que remotamente, que na fase adulta de seus pacientes infanto juvenis pudessem ter osteoporose. Os dois motivadores mais citados foram para o aconselhamento que é recomendado por conselheiros profissionais via de regra, e ter um interesse pessoal ou profissional na prevenção da osteopenia ou osteoporose a médio e longo prazo.

 

As barreiras mais comumente reportadas ao aconselhamento foram outras questões, tendo maior prioridade ter tempo suficiente para realizar aconselhamento em outras oportunidades ou por outros profissionais mais adequados em fases subsequentes da vida para prevenção de osteopenia e osteoporose. Qualquer prevenção de osteopenia e osteoporose devem começar na infância e adolescência. Este ledo engano sugere que muitos profissionais na esfera infanto juvenil, não aconselham os pacientes a reduzir os riscos de osteopenia e osteoporose, nem consideram esta uma questão importante.

 

Além disso, eles devem não ter conhecimento sobre como prevenir a osteoporose o que não é um fato isolado em um País específico, mas um equívoco a nível mundial.

 
12