OS ADULTOS QUE FAZEM REPOSIÇÃO DO HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (SOMATOTROFINA – HGH) PODEM VÊ-LO COMO UMA AJUDA DO ANTIENVELHECIMENTO, MELHORANDO A REGENERAÇÃO DE TECIDOS, FACILITANDO A CICATRIZAÇÃO, MELHORA A IMUNIDADE, CURA AS CÉLULAS DANIFICADAS E DESENVOLVE NOVAS CÉLULAS, AUMENTA O METABOLISMO, DIMINUINDO A DEGRADAÇÃO PROTÉICA, INDUZ À SÍNTESE DE PROTEÍNAS, PERMITINDO A DIVISÃO E MULTIPLICAÇÃO DOS CONDRÓCITOS DA CARTILAGEM, AUMENTANDO A RETENÇÃO DE CÁLCIO E A MINERALIZAÇÃO DOS OSSOS AUMENTANDO A MASSA ÓSSEA EM CASOS DE OSTEOPOROSE, IMPORTANTE PARA OS INDIVÍDUOS QUE TÊM ACÚMULO DE GORDURA EM VOLTA DA CINTURA, PROMOVENDO A LIPÓLISE

O envelhecimento é um fato inevitável da vida e apesar dos avanços em todas as áreas da ciência médica, a pesquisa médica está sempre evoluindo, e pesquisando novas possibilidades para tornar a vida mais longa, mas com qualidade. Observando-se os efeitos benéficos do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) que é utilizado em crianças que apresentam deficiência do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) e apresenta deficiência do crescimento, este fato tem despertado a atenção para o potencial papel do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) no corpo humano.

 

O hormônio de crescimento (somatotrofina – HGH) é produzido pela glândula pituitária (pequena glândula que se localiza na base do cérebro). Apesar da oferta abundante durante a infância até adulto jovem (por volta dos 20 aos 25 anos), desta idade em diante vai havendo uma diminuição gradativa da produção do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH), quando por volta dos 40 anos de idade o organismo já sente falta da diminuição da produção durante esses anos todos do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH).

 

Essa diminuição provoca uma série de sintomas no indivíduo após os 40 anos de idade e geralmente só vão melhorar com a reposição do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) nos indivíduos que apresentam deficiência do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH). Em crianças os indicadores de baixa produção do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) é visto nos sintomas padrão de baixa estatura.

 

Em crianças que apresentam deficiência do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH), a reposição deve ser iniciada o quanto antes, uma vez que esta deficiência pode vir desde a fase intra-útero podendo nascer uma criança pequena para a idade gestacional (PIG) e vai até a fase adulta. A reposição do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) deve ser iniciada o quanto antes porque na puberdade, por estímulo dos hormônios sexuais, as cartilagens de crescimento fecham rapidamente, impedindo a continuidade do crescimento.

 

A terapia de reposição do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) é feita através de uma cadeia de 191 aminoácidos obtida através de engenharia genética por DNA-recombinante que é análogo ao hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) produzido pela glândula pituitária do cérebro humano. O crescente interesse pelo hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) vai além do seu efeito mais conhecido da correção da estatura em crianças que apresentam deficiência do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH).

 

As promessas de restaurar os hormônios na fase adulta, revigorando o indivíduo sob certo aspecto, fez com que muitos adultos, principalmente os de idade mais avançada, o vêm como uma “fonte de juventude”. Os adultos que apresentam deficiência do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) podem apresentar falta de energia, diminuição da força e da capacidade de fazer exercícios, diminuição da massa muscular, ganho de peso, especialmente em volta da cintura, ansiedade, depressão ou tristeza, mudança do comportamento social, pele fina e seca. Os adultos que fazem reposição do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) podem vê-lo como uma ajuda do antienvelhecimento, melhorando a regeneração de tecidos, facilitando a cicatrização, melhora a imunidade, portanto os indivíduos HIV positivo podem usufruir de seus benefícios, cura as células danificadas e desenvolve novas células, aumenta o metabolismo,diminuindo a degradação protéica, induz à síntese de proteínas, permitindo a divisão e multiplicação dos condrócitos da cartilagem, aumentando a retenção de cálcio e a mineralização dos ossos aumentando a massa óssea em casos de osteoporose, importante para os indivíduos que têm acúmulo de gordura em volta da cintura, promovendo a lipólise.

 

Se tiver dúvida quanto à deficiência do hormônio do crescimento (somatotrofina – HGH) em crianças ou adultos, o mais adequado é procurar um endocrinologista o quanto antes, porque ele poderá ajudá-lo a melhorar em muito sua qualidade de vida e sua longevidade saudável.

 
12