A ALIMENTAÇÃO ADEQUADA INTERFERE DE FORMA POSITIVA NA FASE DO CLIMATÉRIO E MENOPAUSA, FAZENDO COM QUE OS SINTOMAS DESAGRADÁVEIS SEJAM MENOS INTENSOS

Menopausa designa o período fisiológico que se caracteriza pelo encerramento dos ciclos menstruais e ovulatórios. Inicia-se com idade variável, mas normalmente entre os 40 e 50 anos. surge exatamente em uma época em que a mulher está susceptível a várias complicações embora um pequeno % das mulheres podem não apresentar sintomas clássicos, mas terão todos os efeitos desagradáveis de forma silenciosa , esta é uma das características da menopausa, dentre os sintomas comuns na menopausa bem como o climatério que antecedem, estão o nervosismo, depressão, fadiga, instabilidade emocional e desânimo, etc. Se a menopausa é um fenômeno natural na vida da mulher, qual a razão dos médicos proporem um tratamento para o climatério, não deve ser uma pergunta, mas não tem sentido deixar a mulher em uma situação profundamente incomoda, antecipando inclusive seu envelhecimento estético, orgânico, talvés esses sejam motivos para que as pacientes nessas condições, tenham dificuldade de aceitar sua condição inexorável, o mesmo é valido para o homem na andropausa.

 

No início da menopausa (perimenopausa), a mulher poderá sentir sintomas muito fortes, o que interfere na sua maneira de viver e em sua qualidade de vida. Nos últimos 30 anos, as conquistas da ciência em geral e da medicina em particular aumentaram em muito a idade média de sobrevida dos homens e principalmente das mulheres. Considerando a idade média da instalação da menopausa, por volta dos 40 anos, veremos que as mulheres passarão um terço de suas vidas sem hormônios. As mulheres eventualmente busque na alimentação, sobretudo na ingestão de doces e chocolate uma compensação para esse período difícil.

 

As oscilações hormonais do climatério e menopausa, estão associadas á necessidade de açúcar no sangue, assim como as mudanças de humor por deficiência de hormônios naturais da mulher. Além disso, o açúcar e o chocolate são antidepressivos naturais, porque aumentam a quantidade de serotonina no cérebro, aliviando a tensão e causando uma sensação de bem estar na época do climatério e da menopausa. O desejo por açúcar e doces está associado a certas deficiências vitamínicas.

 

Recomenda-se que as mulheres complementem sua dieta com magnésio, cromo e vitaminas do complexo b para diminuir o desejo por esses alimentos altamente calóricos durante a menopausa, que apesar de ser uma situação em que diminui os principais hormônios femininos, portanto uma alteração endocrinológica.Fontes de magnésio: cereais integrais, castanhas, carnes, leite, vegetais verdes e legumes. Fontes de cromo: óleo de milho, mariscos, cereais integrais, carnes e água. fontes de vitamina b: carne de porco, gema de ovo, fígado, coração, miúdos presunto, nozes, levedo de cerveja, germe de trigo e peixes. O metabolismo basal no período do climatério e menopausa diminui, ou seja, o gasto de energia diminui, e com a redução da atividade física pode diminuir as necessidades energéticas na mulher após os 40 anos de idades e se a ingestão calórica não for reduzida o excesso será acumulado em forma de gordura principalmente localizada ou seja sobrepeso, obesidade, podendo apresentar obesidade abdominal,visceral ou central, que pode ser até controlada. Uma alimentação adequada, balanceada rica em grãos e cereais integrais, frutas, vegetais, legumes e peixes, pobre em gorduras, com quantidades e nutrientes adequados é muito importante nesta fase, pois estabelece a prevenção da saúde, aumentando conseqüentemente a qualidade de vida da mulher.

 

de melhorar o humor, a disposição, a qualidade do sono, a auto-estima, o aumento da motivação e alivia a ansiedade, temos alertado frequentemente deste inconveniente. Uma má nutrição pode prolongar a recuperação de doenças e/ou desencadear outras novas, comprometendo o seu bem estar . Infelizmente a mulher não acompanha de forma adequada estes detalhes no climatério e na menopausa, até porque tem um pouco de resistência ao problema.

 

Alguns cuidados devem ser tomados para não comer demais por descontrole emocional, poderá evoluir para uma situação em que a obesidade controlada fica em segundo plano; é preciso não pensar nos problemas durante as refeições, buscar o prazer e a sensação de bem estar durante a refeição, identificar se há realmente a presença da fome ou se o impulso de comer esta apenas compensando um desejo psicológico, mastigar bem os alimentos tendo paciência para comer. Essas atitudes ajudam no controle da compulsão alimentar emocional e ai sim sentir que a menopausa ou o climatério não levou ao excesso de peso, não precisando emagrecer ou ter uma obesidade controlada ,entre aspas.

 
12